Os 10 melhores hotéis de luxo do mundo em 2020
julho 10, 2020
Lugares com paisagens surreais na América do Sul
agosto 28, 2020
Exibir tudo

5 Lugares sinistros (e com fama de assombrados) no Brasil

Mesmo que você não acredite em crenças populares e superstições, algumas coisas fogem a isso e apresentam argumentos válidos, que poderão te deixar com a pulga atrás da orelha. Se, até então, você não tinha medo, se prepare para ter a partir de agora.

Mercado Modelo – Salvador, Bahia

Famoso em todo Brasil por seu histórico de comércio, com mais de 250 lojas, grande variedade de artigos de artesanato, lembranças e restaurantes, é também conhecido por ser cenário de hórridas narrativas.

O investigador do oculto que se prestar a consultar qualquer um dos lojistas do Mercado, vai ouvir sobre seus túneis assombrados.

A história oficial diz que os túneis que servem dispensa de bebidas e adega, antigamente tinham outra função.

Os escravos que vinham da África eram ali trancafiados e muitos entre estes nunca mais viram a luz do dia.

Há ainda gente que se perdeu por ali e nunca mais foi vista. O escrutinador do fantasmagórico nunca deve descer aos túneis sozinho.

 

Viaduto do Chá – São Paulo

O Viaduto do Chá, em São Paulo, fica muito perto do vale do Anhangabaú, esse que significa “rio do Diabo”, em tupi.

O viaduto ficou conhecido como o “suicidório” municipal, já que muitas pessoas escolhem o local para dar fim às suas vidas. Por isso, reza a lenda de que, ali, vagam várias almas atormentadas.

 

Castelinho do Flamengo – Rio de Janeiro

Idealizado em 1916, é mais uma construção carioca que tem muita história para contar. O atraente prédio se tornou a moradia de Avelino Fernandes, sua esposa Dona Rosalina Feu Fernandes e a sua filha Maria de Lourdes Feu Fernandes. Tudo indica que o casal Fernandes morreu em 1932, atropelados em frente à residência.

Maria de Lourdes passou a ser criada por um tutor que a roubou e maltratou, deixando-a presa na torre principal da construção.

Além dessa história de crime, crueldade e do assombro que o Castelinho causa em contraste com os outros prédios da região, o pesquisador atento poderá, esquivando-se dos moradores de rua da circunvizinhança, constatar que após a morte de Maria, seu fantasma voltou para assombrar o lugar em busca de vingança.

Seu atormentado espírito, muitas vezes, é avistado junto às janelas baças e empoeiradas. Qualquer que seja sua vedeta, convém, entretanto, não permanecer muito no local.

 

Assombração do Cemitério dos Caboclos – Maringá, Paraná

O cemitério em questão foi abandonado, há muitos anos, pela municipalidade local, de forma que observadas as devidas precauções, convém não se dirigir ao local sozinho. Os restos mortais de mestiços e índios foram sepultados no local até 1950.

Comumente oferendas e outros rituais de religiões afro-brasileiras são encontrados sobre as lápides em péssimo estado, o que denota frequência noturna, portanto, cautela. Em princípio, é mais frutífero entrevistar os moradores da circunvizinhança.

Os relatos falam de aparições, batuques e outros sons inexplicáveis, bem como uma estranha chuva de pedras – mineral – que vem atingindo todos os telhados dessa comunidade há muitos anos.

 

Edifício Martinelli – São Paulo

O primeiro arranha-céus de São Paulo, o Edifício Martinelli, é famoso por histórias de assombrações, ruídos de gente, trabalhando no local quando não tem ninguém.

E essas lendas não são aleatórias, o lugar tem um passado um tanto quanto bizarro.

Em 1947,um garoto judeu foi assassinado e jogo no posso do elevador do prédio. Em 1960, outro crime no local. O assassinato brutal de Márcia Tereza, que foi estuprada e assassina, por cinco bandidos.

Não é à toa que o lugar tem essa fama de mal assombrado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *