Nova Zelândia proíbe turistas de nadarem com golfinhos
13 de setembro de 2019
Exibir tudo

10 dicas de livros para quem gosta de viajar

A leitura de livros de viagens ajuda você a conhecer os destinos que está visitando. Quanto mais você souber sobre um lugar, mais poderá entender um lugar.

Viagens longas de ônibus, trem ou avião podem ficar bem entediantes e podem proporcionar muito tempo “morto” se você não dominar a arte do olhar em branco de 10 horas. Pensando nisso, preparamos uma lista com 10 dicas de livros para quem gosta de viajar.

Um lugar na janela

Em Um lugar na janela, a cronista Martha Medeiros abre espaço para a viajante. Aqui não há nada inventado, tudo aconteceu de verdade: as melhores lembranças, as grandes furadas ainda em tempos pré-internet, as paisagens de tirar o fôlego. A autora de Feliz por nada compartilha com seus leitores as mais afetuosas memórias de viagens feitas em várias épocas da vida, aos vinte e poucos anos e sem grana, depois, já mais estruturada, mas com o mesmo espírito aventureiro, e com diversos acompanhantes: as amigas, o marido, as filhas, o namorado, não importa a companhia, vale até mesmo viajar sozinha.
Com o mesmo estilo pessoal das crônicas, Martha Medeiros transmite aquilo que de melhor se leva de uma viagem: as recordações. É como deixar-se perder num lugar novo – pode ser uma mochilagem pela Europa, uma aventura em Machu Picchu, uma temporada no Chile, poucos dias no Japão – para depois se reencontrar consigo mesma.
Um lugar na janela é um convite para deixar de lado a comodidade do sofá, as defesas e embarcar junto com Martha. O bom viajante é aquele que está aberto a imprevistos, ou seja, a viver.

Grande bazar ferroviário

Paul Theroux

Comprar na Estante Virtual

‘Engraçado, sardônico, maravilhosamente sensual… uma diversão do início ao fim.’ – The New York Times O amor do escritor americano Paul Theroux pelos trens é responsável por alguns dos melhores relatos de viagem da literatura moderna. O primeiro deles foi o clássico O Grande Bazar Ferroviário – De Trem pela Ásia, publicado originalmente em 1975. Na tradição dos grandes escritores-viajantes, Theroux leva seu olhar curioso e observador ao vasto continente asiático, e seu longo itinerário vai se desenrolando diante do leitor como um exuberante mosaico de paisagens e sensações. Dos elegantes vagões do Expresso do Oriente aos vagarosos e surrados trens indianos, dos luxuriantes arrozais vietnamitas às imaculadas estepes da Sibéria, o que interessa ao autor-viajante, mais do que os países em si, são os trens e seus passageiros. Assim, a epopéia asiática de Theroux é pontuada por pessoas, e são os seus depoimentos, narrados com elegante ironia, que fazem de O Grande Bazar Ferroviário um passeio delicioso. Partindo de Londres em uma tarde de outono, Theroux segue pela Itália, Iugoslávia e Bulgária até a Turquia e as belíssimas mesquitas de Istambul. Atravessa o Irã, Afeganistão e Paquistão para chegar à Índia, onde fica impressionado com a multidão e a pobreza. Adentra o Extremo Oriente pela Birmânia e passa por Tailândia, Malásia, Cingapura, Camboja e Vietnã, onde constata as marcas profundas deixadas pela recém-terminada guerra contra os Estados Unidos. Seu périplo se conclui com uma passagem pelos asseptizados trens-bala do Japão e um derradeiro e interminável trajeto a bordo do mítico Expresso Transiberiano, cruzando as paisagens desoladas do interior da União Soviética. Pródigo em anedotas e situações inusitadas, mas também em argutas observações sobre os países que atravessa, Theroux constrói um retrato multifacetado de um continente em transformação. A Ásia que ele visitou há trinta anos não existe mais, mas é possível ver, em seu relato, os indícios das turbulências que hoje a convulsionam, assim como a riqueza e diversidade de suas paisagens e culturas.

Grande bazar ferroviário

 

Encaramujado – Uma Viagem De Kombi Pelo Brasil

Antonio Lino

Comprar na Estante Virtual

Durante um ano e três meses, Antonio Lino morou numa Kombi e viajou pelo Brasil. Ao volante do seu domicílio nada imóvel, o escritor paulistano não chegou a descer tanto até o Chuí. Mas ao norte, sim: cravou presença no Oiapoque. Por uma centena de municípios em quinze estados, Lino rodou mais de trinta mil quilômetros pelo país.
Tendo experimentado o antigo paradoxo dos andarilhos (“viajar é sair para dentro”, escreve o autor), Lino narra suas histórias no livro Encaramujado: uma viagem de Kombi pelo Brasil (e pelos cafundós de mim).
Manuscrito na estrada, o livro reúne crônicas e contos sobre as gentes e os lugares que o autor conheceu pelo caminho. De carona com os textos, o leitor refaz na imaginação todo o trajeto percorrido pela Kombi branca, decorada com teto azul e pássaros de adesivo na lataria. O verdadeiro movimento, no entanto, está nas entrelinhas: muito mais do que um mero relato descritivo da viagem, nas páginas de Encaramujado, o que Antonio Lino revela melhor são as suas próprias paisagens internas.

Encaramujado - Uma Viagem De Kombi Pelo Brasil

 

On the Road – Pé na Estrada

Jack Kerouac

Comprar na Estante Virtual

Sal Paradise é o narrador de ‘On the road – pé na estrada’. Ele vive com sua tia em Nova Jersey, Estados Unidos, enquanto tenta escrever um livro. Em Nova Iorque, conhece um andarilho de Denver de personalidade magnética chamado Dean Moriarty. Dean é cinco anos mais novo que Sal, mas compartilha o seu amor por literatura e jazz e a ânsia de correr o mundo. Tornam-se amigos e, juntos, atravessam os Estados Unidos, de New Jersey até a Costa Oeste, deparando-se com os mais variados tipos de pessoas, numa jornada que é tanto uma viagem pelo interior de um país pela Rota 66 quanto uma viagem de auto-conhecimento – de uma geração assim como dos personagens.

pé na estrada

 

Cem dias entre céu e mar

Amyr Klink

Comprar na Estante Virtual

Navegando ao lado dos peixes, entretendo conversas com gaivotas e tubarões, remando no meio de uma creche de baleias, Cem dias entre céu e mar é o relato de uma travessia absolutamente incomum: mais de 3500 milhas (cerca de 6500 quilômetros) desde o porto de Lüderitz, no sul da África, até a praia da Espera no litoral baiano, a bordo de um minúsculo barco a remo.

Verdadeira odisséia moderna, neste livro Amyr Klink transporta o leitor para a superfície ora cinzenta, ora azulada do Atlântico Sul, tornando-o cúmplice de suas alegrias e seus temores, ao mesmo tempo em que narra, passo a passo, os preparativos, as lutas, os obstáculos e os presságios que cercaram a extraordinária viagem.

 

Pelas trilhas de Compostela

Jean-Christophe Rufin (Autor), Véra Lucia dos Reis (Tradutor)

Comprar na Estante Virtual

Santiago de Compostela é sem dúvida um dos destinos de peregrinação mais populares dos nossos tempos, com cerca de 200 mil visitantes por ano. Jean-Christophe Rufin, renomado escritor, acadêmico e diplomata, relata sua jornada de 800 quilômetros pelo Caminho do Norte, muito menos movimentado do que a usual rota dos peregrinos, até Santiago de Compostela.

Ao longo do caminho, a experiência física torna-se uma reflexão em busca de si mesmo. O autor, um peregrino incomum, se torna um observador lúcido que descreve com um senso de humor único sua jornada pelas costas do País Basco e da Cantábria e através das montanhas das Astúrias e da Galícia.

 

As cidades invisíveis

Italo Calvino

Comprar na Estante Virtual

“Se meu livro As cidades invisíveis continua sendo para mim aquele em que penso haver dito mais coisas, será talvez porque tenha conseguido concentrar em um único símbolo todas as minhas reflexões, experiências e conjeturas.”

Assim se refere o próprio Italo Calvino – um dos escritores mais importantes e instigantes da segunda metade do século XX – a este livro surpreendente, em que a cidade deixa de ser um conceito geográfico para se tornar o símbolo complexo e inesgotável da existência humana.Prêmio Jabuti 1993 de Melhor Produção Editorial de Obra em Coleção

 

Viva México

O México deste começo de século é difícil de diagnosticar. Ao lado de uma das mais belas tradições culturais do planeta está uma das mais assombrosas lógicas de violência. Sobretudo no que possui de próximo e dependente dos Estados Unidos da América, o México é o inferno na terra para muitos analistas.
Alexandra Lucas Coelho, uma das jornalistas mais talentosas de sua geração, desce a esse inferno e demonstra que, mesmo quando a esperança dá sinal de desaparecer, não é só inferno. Em torno das sociedades complexas há sempre fortuna e maldições.
É preciso curiosidade e paixão para se dispor diante dos seus quadros intermináveis, mas é preciso inteligência para desconfiar do que está na superfície, e do que a separa dos fragmentos incomensuráveis do fundo. Aqui, um livro único não apenas sobre o México, mas sobre o que ainda há de humano em nós e — apesar do conformismo dos que, no fim das contas, ganham apenas migalhas da brutalidade e dos grandes pactos financeiros — a todo custo precisa ficar.

Mas você vai sozinha?

Gaía Passarelli

Comprar na Estante Virtual

Mulheres que viajam sozinhas com certeza já ouviram essa pergunta. Seja em outro continente ou na cidade vizinha, é sempre um ato de coragem decidir conhecer um lugar por conta própria. Neste livro, Gaía Passarelli fala com sinceridade e bomhumor sobre suas aventuras sozinha pelo mundo.

Ela não vai te dizer pra largar tudo e sair por aí, nem te dar dicas de como ser cool em Nova York. Estas são histórias sobre ser consolada por um xamã andino, molhar os pés nas águas do mar do extremo sul da Índia e dormir debaixo de uma mesa de bar no Texas. É sobre viajar e voltar pra casa.

Acima de tudo, este é um livro que fala sobre ser mulher e, ao mesmo tempo, ser livre pra viajar por aí sem companhia, sem medo e sem preconceito.

Mas você vai sozinha

 

A estrada dá tudo que você precisa

Mirella Rabelo

Comprar na Amazon

Desde o instante em que Rômulo Wolff e Mirella Rabelo abandonaram o universo corporativo, sabiam que, para ter sucesso, era preciso um ingrediente principal: compromisso. Eles decidiram se aventurar pelo mundo e, após centenas de milhares de quilômetros superados, criaram um modelo de negócio diferenciado.

Depararam-se com inúmeros imprevistos, mas descobriram que, quando você entrega algo para a estrada, a estrada lhe retribui. Este foi o combustível que guiou o casal para o sucesso nos trabalhos que desenvolvem on-line. Com uma bagagem de mais de três anos viajando de carro pelo mundo, contabilizam histórias de superação, improvisação e empreendedorismo, agora compartilhadas nas páginas deste livro. Uma viagem que não tem fim.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *